O Que É Minimalismo? – 11 Dicas Para Começar Hoje A Praticar

O minimalismo é mais do que limpar e organizar. Você faz sua vida com menos. Menos itens, menos consumo, menos obrigações, menos reflexão. Para os minimalistas, sobreviver com menos não é um sacrifício porque o minimalismo leva a mais liberdade e serenidade.

Viva com simplicidade, em todos os sentidos da palavra. No minimalismo, você determina o que realmente precisa e o quanto é bom para você. Deixar de lado coisas desnecessárias te deixa com mais tempo, dinheiro e liberdade. Com o minimalismo, você pode apenas viver e aproveitar o momento.

o que e minimalismo

Mas o que é minimalismo? Por que ele te faz feliz? E como você pode começar hoje? Este artigo irá te ensinar o que é o minimalismo e como adotar ele como estilo de vida

O que é minimalismo

O minimalismo inclui limpar e organizar seu apartamento. Reduzir o número de jaquetas em seu armário, limpar a cozinha, arrumar o porão – todas essas dicas são úteis e importantes para o minimalismo. No entanto, o minimalismo é mais do que limpar e organizar. Você faz sua vida com menos. Menos itens, menos consumo, menos obrigações, menos reflexão. Para os minimalistas, sobreviver com menos não é um sacrifício porque o minimalismo leva a mais liberdade e serenidade.

Curiosidade – Ao se concentrar no essencial, os minimalistas integram tópicos como sustentabilidade e proteção do clima em suas vidas diárias.

O minimalismo é individual – Para alguns, o minimalismo é um estilo de vida que influencia todos os aspectos da vida cotidiana. Alguns outros adotam o minimalismo apenas em algumas áreas. Não existe uma abordagem ideal. 

O minimalismo afeta muitos aspectos da sua vida:

  • Liberdade: Menos posses o tornam livre – objetos precisam de sua atenção. Menos consumo libera você – você gasta menos dinheiro e pode realizar seus sonhos.
  • Saúde: Um estilo de vida consciente leva a uma saúde melhor. Ao se concentrar nas coisas importantes, você tem mais tempo para estar ao ar livre e desfrutar da natureza.
  • Amor, amizade e família: Com estrutura e riqueza de tempo você presta mais atenção às pessoas importantes em sua vida.
  • Sentimentos, pensamentos e espiritualidade: Simplesmente viver conscientemente traz clareza. Você se preocupa menos, julga menos, tem menos obrigações, se sente mais confiante.

Você conscientemente se concentra no que você já tem e não no que ainda está faltando.

Vivendo de forma minimalista – o que você realmente precisa?

Vivemos em uma sociedade de consumo na qual nos identificamos por meio da propriedade. Consumimos para impressionar os outros, para ter um melhor emprego, por tédio, devido às tendências atuais. O minimalismo é um estilo de vida alternativo. Na vida minimalista, você questiona o desejo de mais, questiona aquele “mais alto, mais rápido, mais longe”. Não se trata de uma renúncia radical ao consumo, mas de uma libertação do excesso.

O que você realmente precisa? De armários cheios de coisas, de roupas novas, do novo celular, viagens anuais de longa distância, disponibilidade constante e pressão de prazo?

Temos escolha e não estamos à mercê de tendências e compromissos.

No entanto, você não precisa reduzir seus bens a 100 coisas. Você não precisa contar roupas também. O número de itens é menos importante. Em vez disso, é sobre a decisão consciente pelas coisas que são importantes para você.

Você ama seus DVDs ou sua coleção de discos? Claro que você não precisa jogar eles fora! Se você gosta de ler livros, então não precisa jogar tudo fora. Não importa se você lê digitalmente ou prefere a versão encadernada na estante.

É sobre a apreciação e alegria em usar suas coisas. 

O minimalismo te deixa feliz?

É paradoxal – temos tudo e desejamos menos. O consumo e o materialismo levam ao estresse. Muitas obrigações e a disponibilidade constante são estressantes. O minimalismo é um roteiro em nosso mundo agitado e caótico.

Cuidar de menos é libertador

Uma vida simples leva a mais paz interior e menos medo da perda, porque a felicidade não pode ser encontrada fora de nós mesmos.  

A indústria bilhões anualmente em publicidade. A publicidade cria necessidades. Queremos coisas hoje que não sabíamos que existiam ontem. O marketing inteligente transforma conveniências como escovas de dente elétricas ou robôs para limpeza em necessidades. A publicidade dá a impressão: a posse é o que o define! Você ainda precisa desse acessório, desse carro, dessa viagem, então sua vida será perfeita.

Mas é assim que você realmente encontra felicidade e contentamento? Porque na verdade não queremos muitas coisas, o consumo não nos deixa felizes. 

“Você não é soberano se tem muito, mas precisa de pouco” ~ Niko Paech, Liberation from Abundance

Os minimalistas questionam essas demandas que lhes são feitas.

O minimalismo cria liberdade.

Cada objeto precisa de sua atenção. Você tem que trabalhar para pagá-lo. Você tem que comprar e mantê-lo. Se você não precisa mais, tem que se desfazer, vender por um preço menor ou doar. No minimalismo, você experimenta seus objetos com mais intensidade. Você valoriza as poucas coisas que tem. Minimalismo significa prosperidade no tempo.

Como você leva uma vida minimalista?

Limpar sua residência é a melhor maneira de começar sua vida minimalista. Seu lar é o seu refúgio onde você pode pensar com clareza e se sentir bem. Viver de forma minimalista leva a mais paz interior.

As dicas a seguir irão ajudá-lo no caminho para seu apartamento minimalista.

Tornar-se minimalista leva tempo. Você não precisa se livrar de tudo de uma vez. No espírito do minimalismo: menos é mais. Aproveite o tempo para se acostumar com sua vida minimalista.

Viver minimalista

A decoração do seu apartamento conta uma história. O seu guarda-roupa é composto pelas suas peças favoritas. Você tem espaço em sua cozinha para cozinhar com diversão. Você cria um espaço vital no qual pode pensar com clareza. A limpeza tem muitas vantagens.

Mas talvez você ache difícil se separar das coisas? Então você não precisa limpar radicalmente diretamente. Você pode limpar um armário ou uma pequena área de sua casa. É assim que você mantém sua motivação com pequenos sucessos. 

Comece com uma gaveta e organize. Olhe em seus armários e descarte qualquer medicamento vencido. Distribua decorações supérfluas ou a coleção de talheres. Ou descarte suas revistas. Qualquer coisa que você não leu no ano passado, você também não lerá no futuro.

O quão minimalista você mobilia seu apartamento é muito individual. Para mim, a sala não pode estar vazia o suficiente, para outros, uma sala vazia parece sombria. Depois de limpar, geralmente você precisa de menos prateleiras, cômodas e armários. 

Se seu apartamento ficar vazio demais para você após a limpeza, você pode colocar plantas. É melhor escolher as plantas que você pode usar. Você usa o gel de aloe vera na pele seca, usa manjericão para cozinhar e a lavanda espalha um perfume calmante no quarto.

Seu guarda-roupa: menos é mais!

Apenas seus itens favoritos são deixados no guarda-roupa minimalista. Com um guarda-roupa arrumado, você não precisa mais se preocupar com a roupa.

Os minimalistas sabem quais peças de roupas são confortáveis. Resultado: nunca mais comprar peças que não são usadas. Isso economiza tempo, nervos e muito dinheiro. 

Limpe o armário

Ao limpar o armário, você se pergunta: “Que roupa combina comigo? Quais blusas, jeans e jaquetas eu não uso há muito tempo? Quais roupas eu nunca usei? “

Em particular, você observa atentamente as roupas que não usa ou nunca usa há muito tempo. Está rasgada? Você não se sente bem com ela? É muito grande ou muito pequeno? Guarde apenas as roupas que você realmente precisa.

Você coloca tudo que você não quer manter em uma pilha. Agora decida quais roupas você quer doar, quais vender e quais descartar.

Peças de roupas

Compramos em média 60 peças de roupa por ano. Devido aos bens produzidos em massa baratos e fáceis de comprar, não guardamos mais nossas roupas por muito tempo. Uma calça jeans furada é jogada fora em vez de ser levada ao alfaiate. As botas de inverno vão para o lixo após uma temporada. A moda rápida transforma produtos sazonais em produtos descartáveis.

Cozinha minimalista

Muitas panelas, frigideiras e pratos estão empilhados no armário da cozinha. O minimalismo na cozinha começa com a classificação dos utensílios de cozinha desnecessários. Diga adeus aos aparelhos de cozinha que você nunca ou raramente usa. Como uma pequena sugestão, aqui estão alguns utensílios de cozinha que você pode dispensar:

  • Espremedor
  • Microondas
  • Sanduicheira

Com alguns dispositivos, você não tem certeza se ainda precisa deles? Sem problemas. Coloque-os no porão por alguns meses e depois decida.

Prepare os suprimentos que estão em seus armários há muito tempo. De quantos suprimentos e temperos você precisa? Mais uma vez, reduza-se ao essencial e encha os armários da cozinha apenas com os alimentos que come regularmente.

A vantagem é que, em uma geladeira bem arrumada, você pode ver diretamente quais embalagens estão abertas e quantas frutas e vegetais ainda tem na despensa. 

Dieta minimalista

Na minha opinião, cozinhar é mais divertido em uma cozinha limpa. Na próxima etapa, você também pode se livrar do excesso desnecessário em sua dieta. Experimente a dieta minimalista e coma principalmente alimentos frescos e não processados. 

O banheiro minimalista

Géis de banho, sabonetes, shampoos, loções corporais e cremes entopem seus armários desnecessariamente. Quando decidi pelo minimalismo, usei primeiro todos os produtos que nunca tinha nem experimentado. 

Agora só tenho um xampu sólido, sabonete, loção corporal e um creme. Os minimalistas levam vidas sustentáveis.

Observação – A proteção ambiental também diz respeito ao consumo consciente. No banheiro, você pode economizar muito lixo plástico e contribuir para um mundo mais limpo. No estilo de vida de desperdício zero, você não cria nenhum lixo e não desperdiça nenhum recurso. O desperdício zero significa um estilo de vida consciente e sustentável.

Mesa de trabalho minimalista

Você pensa melhor em uma mesa arrumada. Organize a pilha de papéis e contas e decida o que você não precisa. Limpe suas pastas também. Quais documentos de seguro, contratos, faturas e certificados antigos você pode descartar?

Minha mesa geralmente não tem papel – faço compromissos e anotações digitalmente.

Se livrar de coisas

No minimalismo, você quer mais tempo para as coisas importantes. No entanto, depois de limpar seu apartamento, surge a pergunta: onde colocar suas coisas?

Vender as coisas pode ser uma boa, mas entenda que poderá levar um tempo. Digamos que você venda suas coisas online. Depois, você tem que fotografar os itens, descrevê-los, publicá-los, observá-los, tirar dúvidas, processar a compra, embalar a mercadoria, despachá-la e ocasionalmente responder a perguntas após a venda.

Para alguns produtos, a melhor opção é a doação. Dê suas coisas para instalações sociais perto de você. Se pergunte se alguém, sem condições, poderia usar alguns dos seus itens. 

Como você reconhece coisas supérfluas? Como você sabe do que deseja se separar? Aqui está uma visão geral de algumas das maneiras pelas quais você pode viver uma vida minimalista.

Limpeza mágica com o método KonMari

Marie Kondo é uma especialista em limpeza do Japão e autora de best-sellers. Ela desenvolveu o método KonMari . Com o método KonMari, você se separa de tudo o que não é agradável. Ao olhar para cada item individualmente, você se pergunta: “Essa jaqueta me deixa feliz? Este livro me deixa feliz? Este relógio me deixa feliz? ” O objetivo é fazer você se sentir melhor depois de descartas essas coisas.

Ao limpar usando o método KonMari, a sequência é crucial: primeiro você classifica as roupas, depois os livros, papéis e, em seguida, pequenos itens, como itens de banheiro e, por fim, lembranças.

Depois de organizar, você começa a limpar. O importante é que cada objeto tenha seu lugar fixo onde é visto. Marie Kondo também tem sua própria série na Netflix desde 2019.

Coma o sapo primeiro – comece com o mais difícil

Ao contrário do método KonMari, com este método, a coisa mais difícil vem primeiro: parte com um item favorito. Dê uma olhada em seus armários e escolha um item favorito que você quer ficar sem a partir de hoje. Comece com o mais difícil e será mais fácil se separar de coisas menos importantes.

O método de comer o sapo também funciona na vida cotidiana. Você quer fazer mais esportes? Comece o dia com exercícios. Vá de bicicleta para o trabalho, faça ioga ou corra. Você quer mais atenção plena e espiritualidade em sua vida? Comece o seu dia com uma meditação. Você tem um projeto profissional importante? No escritório, concentre-se apenas neste projeto nas primeiras horas. Você tem que terminar um trabalho da faculdade? Vá para a biblioteca de manhã cedo. 

Método de cesta

A entrada em sua vida minimalista é particularmente rápida e descomplicada com o método da cesta. Agora pegue uma grande cesta ou caixa e caminhe por cada cômodo. Coloque todas as coisas que você não precisa mais nesta cesta. Assim que a cesta estiver cheia, você para e decide o que vender, doar ou descartar.

Método cartonado

Com o método do papelão, você pode eliminar radicalmente. A vantagem? Você percebe rapidamente o que realmente precisa e se concentra no essencial.

E é assim que funciona: imagine se mudar para um novo apartamento. Para isso, você embala todas as coisas em caixas. Então você define um período de tempo para o experimento de minimalismo, por exemplo, 4 semanas. Durante este período, você apenas retira das caixas as coisas de que precisa no momento. Após 4 semanas, você pensa sobre o que fazer com as coisas que ainda estão nas caixas. 

Minimalistas digitais

Digital Detox – fique offline, desligue dispositivos, exclua aplicativos não utilizados e cancele a assinatura de boletins informativos. Liberte-se também do excesso digital.

É assim que você pode viver uma vida digitalmente minimalista:

  • Exclua aplicativos que você nunca ou raramente usa
  • Organize seus aplicativos em pastas
  • Exclua mensagens e imagens que você não solicitou
  • Exclua PDFs e downloads desnecessários
  • Limpe sua caixa de correio

Relaxe – sem um telefone celular ou televisão

Estamos sempre disponíveis, verificando o Facebook e afins, navegando no Instagram em frente à TV. Experimente começar o dia offline.

Não deixe seu celular te acordar, use um despertador. Assim, você não verifica suas mensagens, e-mails e mídias sociais enquanto ainda está na cama. Desfrute da paz e do sossego, tome uma xícara de café ou chá e comece o dia com consciência.

Pense nas horas em que deseja desligar conscientemente o seu telefone celular. Meu celular está desligado até 10h e 20h. Aproveito as horas da manhã e da noite em paz. No fim de semana, às vezes meu celular fica desligado metade do dia, dependendo do que está por vir.

Minimalismo na cabeça

Vivemos em um mundo subjetivo, ninguém vê o mundo da mesma forma que você. Em nossa percepção subjetiva, muitas vezes nos concentramos no que ainda está faltando e no que ainda não está bem. Sempre encontramos circunstâncias aparentemente ruins que nos deixam insatisfeitos.

No minimalismo, você se pergunta o que o faz feliz. Claro, às vezes tudo dá errado e os tempos podem ser difíceis. No entanto, a satisfação costuma ser uma questão de perspectiva.

O minimalismo nos leva a mais atenção plena.

Minimalismo na cabeça significa decidir quais pensamentos lutar e quais abandonar. Você se importa com o que as outras pessoas pensam de você? Você está zangado com a louça suja na pia? Você tem vizinhos ou colegas de quarto barulhentos? O caixa é sem educação?

Às vezes, a compreensão de que nem tudo está em suas mãos leva a mais serenidade.

Minimalismo também significa tomar decisões. Diga “não” e “sim” em vez de “talvez” e “vamos ver”. Uma decisão clara limpa sua mente.

Os minimalistas economizam dinheiro

Imagine que você para de fazer compras por impulso, cancela assinaturas supérfluas, vende itens de que não precisa. Tudo isso afetará sua conta e causará menos preocupações com dinheiro. Você é uma pessoa rica porque precisa de pouco.

Os minimalistas são artistas de fuga – eles se libertam da roda do hamster entre ganhar e gastar dinheiro. Consumir de forma sustentável e consciente também significa comprar coisas usadas que são mais baratas. Você também economiza dinheiro tendo menos coisas para manter.

Gastamos cerca de um terço do nosso salário em espaço residencial. Tendência crescente. Como os minimalistas possuem menos, eles precisam de menos espaço para morar. O dinheiro economizado é usado pelos minimalistas para realizar seus sonhos de pagar dívidas ou trabalhar menos.

Redução de marcha

Os minimalistas têm uma ideia diferente de carreira. Para ter mais serenidade no local de trabalho, eles querem menos tarefas, menos responsabilidade, menos pressão e menos estresse. Reduzir a velocidade significa voluntariamente dar um passo para trás na carreira e conscientemente dizer adeus à progressão na carreira. Reduzir as horas de trabalho e renunciar conscientemente às oportunidades de carreira também pode fazer parte da vida minimalista.

Outro estilo de vida alternativo é o frugalismo 

Em contraste com o minimalismo, o estilo de vida frugal se concentra na situação financeira. Para uma vida autodeterminada e informal, os frugalistas desejam alcançar a liberdade financeira o mais rápido possível. Alguns frugalistas pretendem se aposentar aos 40 anos. Para atingir seu objetivo, questionam seu consumo e vivem muito abaixo de suas possibilidades financeiras. Muitos frugalistas vivem sem carros. O frugalismo é a forma extrema de minimalismo, pois os frugalistas são extremamente desapegados as coisas.

11 dicas para começar com o minimalismo

O melhor vem para o final: 11 dicas de como você pode viver uma vida minimalista a partir de hoje.

  1. Coloque um sinal “Sem anúncios e cartões de publicidade, por favor” em sua caixa de correio. Isso economiza muito desperdício, tempo, dinheiro e calorias;).
  2. Cancele a assinatura de boletins informativos desnecessários. Boletins informativos que você não lê obstruem sua caixa de entrada.
  3. Cancele assinaturas de revistas, streaming ou jogos. Individualmente, as assinaturas não custam muito dinheiro. Se você somar essas obrigações financeiras regulares, sim. E você realmente precisa de todas essas distrações?
  4. Cancele seu contrato de celular. Cada contrato de telefone móvel é superfaturado depois de alguns meses! Com um cartão pré-pago, você é flexível em uma base mensal, sem custos de operação e sem obrigações contratuais. Você também não depende das ofertas de smartphones de dois anos dos fornecedores.
  5. Só não faça nada. Você senta no ônibus e já pega o celular? Você está esperando no caixa do supermercado? Deixe seu celular no bolso, desligue a música. Só não faça nada. Existem muitas oportunidades para não fazer nada: tornamo-nos criativos e temos novas ideias.
  6. Defina o seu tempo offline. Quando você deseja estar conscientemente offline nos próximos dias ou semanas?
  7. Coma mais frutas. Maçãs, peras, bananas. – A fruta é minimalista. A fruta está pronta para comer sem processamento, é ideal para levar e é muito saudável.
  8. Beba água de alguma fonte. A água vindo direto da natureza é barata, saudável e sustentável.
  9. Limpe sua carteira. Cartões de clientes, recibos, fotos – decida o que você realmente precisa. Há algum tempo, mudei para viver sem dinheiro o máximo possível.
  10. Ande mais. Faça compras a pé, visite amigos ou vá aos correios. Caminhar é o meio de transporte mais minimalista.
  11. Cancele compromissos. Verifique o seu calendário e decida quais compromissos você deseja cancelar. 

O minimalismo tem muitas vantagens e talvez seja a única maneira de ainda podermos proporcionar uma vida boa e saudável para as gerações futuras.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram