Alimentos que bebês de até um ano não devem comer

ALIMENTOS QUE BEBÊS DE ATÉ UM ANO NÃO DEVEM COMER 

 Os alimentos destinados a bebês de um ano são fundamentais para a saúde da criança. Esta é a fase em que o bebê irá descobrir os sabores e adaptar o seu corpo para a ingestão de comidas sólidas. 

 Compreender o que um bebê de até um ano não pode comer é prepará-lo para o momento em que entrará em contato com os alimentos do núcleo familiar dele. 

 A introdução de alimentos além do leite materno deve ser muito criteriosa e deverá ocorrer somente após os seis meses, até então o bebê deve contar apenas com o aleitamento materno. De riscos de engasgo a incompatibilidades de vacinas, certos ingredientes ou produtos são verdadeiros vilões nos cardápios infantis. 

 

 Alimentos que os bebés não podem comer antes de um ano de idade 

 

  1. Sal 

 O sal, por outro lado, não deve ser utilizado na preparação de alimentos até que a criança tenha um ano de idade. A partir dos 12 meses de idade, o sal pode ser adicionado às refeições em pequenas quantidades. É preciso lembrar que o próprio alimento já contém a quantidade de sódio necessária. 

 

  1. Açúcar 

 Evite que seu filho consuma bebidas doces e açucaradas. Assim você também evitará a formação de cáries, além de viciar o paladar do seu bebê.

 

 

  1. Mel 

 O mel é natural e nocivo e substitui o açúcar. Porém, ele pode desencadear o botulismo, que é um tipo de envenenamento proveniente de uma bactéria que existe no mel. Portanto, está na lista que um bebê não pode comer antes de um ano de idade

 

  1. Frutos secos 

 Embora sejam saudáveis, não é recomendável servi-los inteiros. Por quê? Sufocamento é o maior risco. Os especialistas sugerem que os pais introduzam esses alimentos após os três anos. 

 

  1. Alimentos de baixo teor de gordura 

 Seu bebê precisa crescer grande e forte. Para conseguir isso, bebês e crianças menores de um ano precisam beber pequenas quantidades de leite (não substituir o leite materno), iogurte e queijo. 

 

  1. Peixes e mariscos 

 Apesar da carne branca, os peixes marinhos, em particular, contêm muito mercúrio, o que pode afetar o sistema nervoso de crianças pequenas. O mercúrio vem da poluição ambiental. Também não é recomendado que menores de um ano comam mariscos e camarões. Eles contêm cádmio, um metal que se acumula no fígado e nos rins e pode causar insuficiência renal.

 

  1. Alimentos crus 

 Peixes, ovos ou carnes cruas. Estes tipos de alimentos de origem animal causam infecções graves em bebês com menos de uma no.

 

  1. Espinafre 

 Tem um alto teor de nitrato, e causam metemoglobinemia, cujo principal sintoma é a cor arroxeada ou azulada na pele, que é muito semelhante ao escurecimento da pele por falta de oxigênio.

 

  1. Bebidas contendo arroz 

 A água de arroz é um remédio eficaz se o bebê sofre de alergias, mas seu consumo não é recomendado devido ao seu teor de arsênico. Além disso, elimine completamente as algas da dieta do seu filho. Eles contêm muito iodo e são prejudiciais à saúde.

 

  1. Produtos industrializados 

 Biscoitos, salgadinhos, bolachas e vários outros alimentos industrializados que contenham ingredientes artificiais podem não causar alergias, mas prejudicam o desenvolvimento de hábitos saudáveis. 

 

  1. Sementes oleaginosas 

 Outra preocupação que os pais devem ter são as sementes oleaginosas, como: castanhas, amendoins e nozes, pois podem desenvolver certas alergias.

 

  1. Clara de ovo 

 Pode ocorrer alergia no organismo da criança, o que cria um grande problema com as vacinas, pois muitas vacinas contêm clara de ovo (chamada “albumina”). Não dê ao seu filho até que ele tenha recebido todas as vacinas recomendadas pelo pediatra de confiança.

 

  1. Mingau industrializado 

 Isso pode levar à desnutrição, pois a criança não ingere os nutrientes essenciais. Eles apenas incham a criança e podem até estimular a tendência a gostos exigentes. Quanto mais açúcar uma criança come, mais ela recusará alimentos saudáveis ​​recomendados para ela. 

 

  1. Iogurte saborizado 

É contraindicado o consumo de iogurte doce devido ao excesso de açúcar branco, corantes artificiais e outros aditivos químicos. 

 O iogurte natural (feito apenas com leite de vaca e fermento lácteo) é seguro e pode ser oferecido a partir dos 6 meses para crianças que não apresentaram nenhum tipo de alergia alimentar. É um alimento naturalmente rico em pro bióticos e cálcio. 

 O consumo de iogurte, entretanto, deve fazer parte de uma alimentação balanceada e não deve, nunca, substituir o leite materno.

Compartilhe

Em destaque

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email.

Precisamos das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre produtos e serviços.