Como lidar com a cólica em bebês

COMO LIDAR COM CÓLICAS EM BEBÊS

 Bebês choram, é normal porque é a única forma que eles conhecem para se comunicarem. Esse choro pode ser sinal de fome, sono, necessidade de carinho ou dor. E é nessa última opção que estão as tão temidas cólicas. 

Mas como reconhecer o choro e lidar com a cólica do bebê? Os episódios de cólica geralmente são acompanhados de choro forte e alto sem motivo aparente. Eles podem durar horas, dias e até semanas. Esses episódios de choro geralmente começam quando o bebê tem 15 dias de vida e podem acontecer a qualquer hora do dia ou da noite, mais frequentemente ao entardecer. 

 

 Cerca de quase 90% dos bebês tem cólicas, tanto os que se alimentam de leite materno quanto os que se alimentam com mamadeira, a cólica aparece, geralmente, aos quinze primeiros dias e o seu auge se dá entre os segundo e terceiro meses de vida do bebê, podendo variar, mas geralmente desaparece quando o bebê tem cerca de 6 meses.  

 A causa da dor não é conhecida, mas sabe-se que está relacionada a fatores gastrointestinais, pois o bebê ainda está se acostumando a digerir o alimento (leite) e sua flora intestinal ainda não está totalmente formada, então ele precisa se adaptar para que o seu corpo possa aprender quais os volumes dos alimentos inferidos e com os gases.

 Se você suspeita que o seu filho está passando por essa situação, preste atenção aos seguintes detalhes corporais que o bebê manifesta: 

  • Puxar e esticar as perninhas; 
  • Arquear as costas; 
  • Mover braços e pernas; 
  • Rosto avermelho de tanto chorar; 
  • Fechar as mãozinhas; 
  • Transparecer estar com dor; 
  • Ter estômago inchado e soltar gases. 

 Conselhos práticos para as cólicas do bebé 

  • Tente primeiro manter-se calma e peça ajuda para alguém que estiver por perto. O choro de um bebê com cólica pode ser bastante estressante, então tente manter a calma, pois isso é muito importante; 
  • Banho morno. A água morna ajuda a acalmar a criança e alivia as dores da cólica; 
  • Coloque o bebê de barriga para baixo em seu colo; 
  • Use uma bolsa de aquecimento ou toalha embebida em água morna para aquecer o abdômen. Sabemos que o aquecimento faz com que os vasos sanguíneos se dilatem e isso reduz os espasmos musculares, permitindo que os bebês relaxem e descansem; 
  • Faça uma massagem circular no sentido horário no abdômen e ao redor do umbigo. 

 Sinais de alerta 

 É importante consultar um médico se forem acompanhados dos seguintes sintomas: 

  • Febre; 
  • Sono excessivo; 
  • Vômito; 
  • Inchaço abdominal; 
  • Perda de peso; 
  • Recusa alimentar. 

 Remédios para lidar com a cólica do bebê 

 Remédios para cólica infantil estão disponíveis, mas devem ser recomendados por um pediatra. É importante que um especialista avalie a criança e confirme o diagnóstico de cólica para prescrever tais medicamentos. 

 Não é recomendado dar chás caseiros para alívio de cólicas. A OMS (Organização Mundial da Saúde) diz para não oferecer nenhum outro tipo alimento além do leite materno ao bebê até os 6 meses. 

 Para acabar com as cólicas do bebê, é necessário realizar um dos procedimentos acima citados. 

 

E se a cólica do bebê não passar? 

 Embora a cólica seja um sintoma normal e esperado em um bebê, se for muito desconfortável e dolorosa tanto para a criança quanto para a família, um pediatra de confiança deve ser consultado para um diagnóstico. 

 O médico irá verificar se está tudo bem com o seu bebê e certificar-se de que tanto os pais como o bebé se sentem confortáveis ​​e seguros. 

 

 Manter a calma é o melhor remédio 

 É necessário que os pais estejam calmos para poder acalmar seus bebês. Criar um ambiente confortável e afetuoso para que o bebê se sinta seguro, é importante e, para isso é importante que você, mamãe, esteja muito tranquila. 

Saber lidar com cólicas em bebês não é bicho de sete cabeças e as cólicas não são formadas por algum descuido ou por quaisquer outros fatore senão a própria natureza. Então não fique pensando que a culpa é sua, ou ainda, que o seu leite está fazendo mal para o seu bebê. Apenas respire e mantenha a calma! 

Compartilhe

Em destaque

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email.

Precisamos das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre produtos e serviços.