Hora Do Desfralde: Como Tirar A Fralda?

HORA DO DESFRALDE: COMO TIRAR A FRALDA?

Usar o peniquinho se torna uma conquista marcante na vida de papais, mamães e bebês.

Por volta de dois anos de idade o bebê já está pronto para deixar as fraldas para trás e começar a usar o penico, mas nem todos os bebês obedecem essa idade e, assim, uns deixam a fralda mais cedo e outros mais tarde.

 

Desfralde: o que é, afinal?

 

Nada mais é do que deixar de usar fraldas e começar a usar o famoso peniquinho, ou seja, o bebê vai começar a fazer suas necessidades fisiológicas sentado. É o momento em quo o corpo dele começará a usar o esfíncter para segurar ou liberar o cocô e o xixi.

Cabe à mamãe ensinar quando usar o penico e quando deve fazer suas necessidades.

  

A dúvida principal: quando sei que meu bebê está pronto?

 

Cada bebê tem o seu próprio desenvolvimento e é único. Partindo desses princípios sabemos que vai depender do ritmo de desenvolvimento dele. Não queira adiantar ou adiar isso porque poderá causar atrasos e regressões psicológicas.

Geralmente entre os dezoito e vinte quatro meses o esfíncter do seu bebê já estará pronto para funcionar, mas isso não será suficiente, pois dependerá do físico e do emocional.

Citaremos alguns sinais de que ele estará pronto para começar a usar o peniquinho:

  • A fralda fica seca por mais de duas horas;
  • Ele tem interesse no peniquinho?
  • Ele consegue ficar sentado no peniquinho?
  • Ele segue instruções?
  • Ele pede para trocar as fraldas quando estão sujas?
  • As evacuações são regulares?
  • Ele já não quer usar mais fraldas?

 

Se você respondeu sim para essas perguntas, você está prestes a começar o desfralde do seu bebê.

 

Mas, como tirar a fralda?

Dê preferência para fazer o desfralde nas estações quentes do ano, pois acontecerão escapes de xixi de vez em quando. Faça o desfrade por etapas, comece pelo desfralde diurno. Deixe o seu bebê de calcinha ou cuequinha para facilitar a entrada de ar e demonstre sempre que isso é uma coisa boa.

Explique para ele que sempre que sentir necessidade que avise a um adulto para que o leve ao banheiro. Fique a seu lado, sempre. Mostre a ele o penico como um objeto necessário para fazer as necessidades.

Comemore com ele quando ele fizer tudo certo, é uma etapa da vida do bebê muito importante.

 

Comportamento por reflexos

Os bebês são muito observadores e ao ver adultos, irmãos mais velhos ou primos usando o banheiro, logo vão querer imitar tal ato. A fase escolar é uma ótima aliada para isso também.

O desfralde é uma fase realizada por etapas. Alguns bebês conseguirão fazer o desfralde em alguns dias e outros levarão meses para isso. Somente quando perceber que o bebê está tendo um controle mais estável ao fazer suas necessidades é que você vai começar a fazer o desfralde noturno. Isso pode demorar um tempo, não se assuste.

Quando iniciar o desfralde noturno, vá diminuindo a quantidade de líquido ingerida antes de dormir e sempre pergunte se quer ir ao banheiro. Se passar mais de duas horas sem que ele vá ao banheiro, incentive-o. Durante as primeiras noites sem fraldas, você terá que acordá-lo para ir ao banheiro a cada duas horas ou observar qual o período em que ele leva para fazer xixi sozinho.

 

Quando existe atraso para usar o penico

Mesmo depois do desfralde, se o seu bebê estiver com dificuldade para usar o penico, vale a pena você investigar o porquê desse comportamento. Ele pode estar sem jeito para usar o penico ou algo o está incomodando.

De repente a maneira que você ensinou o seu bebê a usar o penico possa estar incomodando ou não é a forma mais adequada.

Se o seu bebê estiver com medo de ir ao banheiro ou de usar o penico, você terá grandes problemas com o desfralde.

A única forma de resolver isso é conversando com ele e explicando que é natural ir ao banheiro e que isso faz parte do crescimento dele. Nunca grite ou fique brava nessa hora porque o medo ficar maior.

Se o medo continuar, converse com o pediatra e peça para ele verificar se existe alguma coisa que possa estar causando desconforto.

Problemas como controle muscular, dores de constipação, bexiga pequena ou problemas no trato urinário podem estar afetando o desenvolvimento do seu bebê.  

Compartilhe

Em destaque

Quer receber mais conteúdos como esse de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email.

Precisamos das informações de contato que você nos fornece para comunicar informações sobre produtos e serviços.